CONTATO

 

Carlo Caruso

carlo@bohralah.com.br

+55 11 99447-7290

 

 

ENDEREÇO

  • facebook-square
  • YouTube Quadrado Preto

Rua Itupu, 1077

Chácara Vista Alegre

São Paulo, SP

CEP: 04922-100

 

MAPA

© 2010-2019 Bohralah Importação e Exportação Ltda.

Tuca Santacreu, atleta Kialoa, é convocado para o Mundial da ISA - 2017, que acontecerá na Dinamarca.

August 8, 2017

Na última segunda-feira, dia 7 de agosto, a CBSup divulgou a lista de atletas que irão representar o Brasil no Mundial da ISA 2017, que acontecerá na Dinamarca. Entre eles está Arthur Santacreu, atleta Kialoa, que nos representará na prova de Sprint. Após o anúncio, Arthur conversou conosco e comentou sobre a noticia de sua convocação:

 

Bohralah: Esse será seu segundo mundial, se sente mais preparado físico e psicologicamente para este?

Arthur Santracreu: Com certeza estou mais preparado em ambos os aspectos! Tanto físico quanto psicológico! Não tenho dúvida de que vim fazendo uma ótima preparação, estando no meu melhor condicionamento! Mas ultimamente tenho dado uma ênfase muito grande no psicológico, estou vendo que cada vez mais a sua importância! O corpo faz o que nos mandamos ele fazer!

 

 

BR: Em sua outro participação, em 2015, vc competiu nas provas de long distante e técnica, agora vc vai especificamente para o sprint, acredita que isso pode ser determinante para vc conseguir um melhor resultado?

AS: Focar em um único objetivo sempre garante melhores resultados! Mas existe uma grande chance de eu ser chamado para representar o Brasil também na longa distância! Então estou treinando de uma forma diferenciada, sem deixar a resistência completamente de lado! Meu foco é o sprint, mas estou investindo em outra estratégia para estar bem também na longa distância!

 

BR: Vc conquistou o título de campeão brasileiro de sprint em 2015, em Foz do Iguaçu, desde então não tivemos mais provas neste formato. Se sente preparado para a prova no mundial?

AS: Meu treinamento até hoje é baseado em sprint! Esta é a minha base, pois estou sempre em busca de aumentar as minhas velocidades! Então estou preparado para esta prova! Só preciso de alguns ajustes, já comecei a fazer!

 

BR: Nos últimos meses ficou uma grande incógnita de quem seria o representante do Brasil nesta prova, a convocação foi uma surpresa pra vc?

AS: Foi uma surpresa pelo fato de não sabermos o critério que seria usado para a seleção! Admito que não sei se foi a melhor forma de escolha, mas sei que vou representar nosso país muito bem! E prometo nada menos do que o meu melhor!

 

BR: Alguns consideram o Sprint o futuro do sup como esporte profissional e olímpico. Vc concorda? O que acha da prova?

AS: As chances do SUP como esporte olímpico sem dúvida são maiores como Sprint! Por vários fatores! É uma prova de fácil transmissão, fácil adaptação, banque as raias olímpicas já existem, mas o principal, é mais fácil ter uma padronização, que é um critério fundamental para qualquer esporte olímpico!

 

BR: É sua prova preferida?

AS: Não consigo dizer que é a minha prova favorita! Gosto de todas as variações do SUP! E acho que essa variação que me fascina! Mas sendo um remador de represa, a provas de Flatwater são as que eu mais me destaco. Gosto bastante de desafiar meu corpo, então prefiro provas em que as disputas sejam decididas na remada mesmo! Mas quanto ao sprint: posso dizer que estou sempre no limiar entre amor e ódio! É uma prova muito intensa onde os detalhes contam muito e não há espaço para erros! E apesar de muitos subestimarem essa modalidade, sem duvida é a que me causa mais dores nos treinos!

 

BR: Vc tem um mês para se preparar, como será esse treinamento? Já vinha treinando antes?

AS: Como disse antes, meu treinamento felizmente é baseado em sprint! Em menos de um mês não há muito o que ser feito! Só me restam alguns ajustes e muitos testes! Agora é pressão na remada até lá! E tiro pra todo lado! Hahahaha

BR: Qual sua expectativa para a prova? Quem vc considera seu maior adversário?

AS: Não procuro ter expectativas, até porque não conheço muitos de meus adversários! Vai ser uma surpresa já que este tipo de prova é um pouco incomum! Temos muitos remadores excelentes escondidos pelo mundo. Assim como aqui no Brasil! Mas meu maior adversário sem dúvida será eu mesmo! Pode parecer clichê mas é a verdade! Meu parâmetro sou eu mesmo e quero me superar! Expectativas não vão me ajudar, os treinos vão!

 

BR: No brasileiro de 2015 vc surpreendeu utilizando uma técnica onde mantém as pernas bem separadas, uma mais à frente e a outra para trás da prancha, mudando poucas vezes de lado durante a remada. Essa será a técnica usada no mundial?  Como vc a desenvolveu?

AS: Foi a melhor técnica que encontrei, e a melhor combinação! Quando me refiro aos detalhes a serem ajustados, este sem dúvida é o principal! Na época fiz inúmeros testes para chegar a esta combinação, agora tenho que repeti-los para encontrar a melhor combinação para meu preparo atual! 

 

 

BR: Mande um recado para todos que estarão torcendo por vc a partir de agora, dos treinamentos até o mundial!

AS: Muitos não concordam e até mesmo se revoltam com a forma com que fui selecionado para este desafio, mas eu prometo não decepciona-los! Vou sem dúvida dar tudo o que tenho para trazer um melhor resultado para o Brasil! Conto com a torcida de cada um!

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Travis Grant dá dicas de como fazer a largada em terra perfeita!

April 12, 2018

1/2
Please reload

Posts Recentes

February 15, 2018

January 29, 2018

January 22, 2018

January 17, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload